banner msg


 denuncias

Polícia Judiciária detém uma mulher suspeita de agredir outra a catanada na ilha do Sal

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal do Sal, deteve, na passada segunda-feira, 18, uma mulher, suspeita de agressão, a catanada, à uma outra mulher, na sequência de um desentendimento antigo.

A agressão terá ocorrido em Abril deste ano, tendo a vítima ficado com um braço praticamente inútil.

A detida foi apresentada às autoridades judiciárias na terça-feira, 19, tendo-lhe sido aplicado, as medidas de Coação, TIR, apresentação periódica e proibição de contato com a vítima.

Tanto a vítima como a agressora são residentes da zona África 70, em Espargos.

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal do Sal deteve, ainda, no passado dia 15, um indivíduo do sexo masculino, de 26 anos, por estar indiciado da prática de um crime de homicídio na sua forma tentada, ocorrido a 19 de Maio, na localidade de Preguiça, Espargos.

A detenção ocorreu  na localidade de Achada Fátima, no  interior de Santiago, para onde o suspeito se refugiou, após cometer o crime.

Presente às autoridades judiciárias, para o primeiro interrogatório judicial, foi-lhe aplicado a medida de coação pessoal mais gravosa, Prisão Preventiva.

Desenvolvido por STIAT - PJ