Santo Antão: Polícia Judiciária detém suspeito de incendiar floresta do planalto leste

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação do Mindelo – DICM -, em cumprimento de um mandado do Ministério Público, deteve, na noite desta segunda-feira, 30, fora de flagrante delito, no Porto Novo um indivíduo do sexo masculino, de 29 anos, natural de Água das Caldeiras, suspeito de ser o autor de um crime de incêndio (fogo posto), ocorrido na madrugada de sexta-feira, 27, na localidade de Planalto Leste, Santo Antão.

A detenção aconteceu na sequência de diligências superiormente autorizadas e desencadeadas por uma equipa da PJ que se deslocou à Santo Antão, para apurar os factos.

Ao longo das diligência encetadas, a PJ determinou o provável ponto de ignição do Incêndio e um número restrito de presumíveis suspeitos.

Na sequência, um indivíduo oriundo de Água das Caldeiras, terá, esta segunda-feira, 30, procurado as autoridades policiais, acabando por ser detido pela Polícia Judiciária, após confirmação de que se tratava de um dos principais suspeitos então identificados.

O detido foi presente, esta terça-feira, 31, às autoridades judiciárias competentes para efeito do primeiro interrogatório judicial de arguido detido e aplicação das medidas de coação pessoal, tendo-lhe sido aplicado a Prisão Preventiva.