Polícia Judiciária detém indivíduo suspeito de agressão sexual contra a filha

 

A Polícia Judiciária, através da Secção de Investigação de Crimes Contra Pessoas – Brigada de Crimes Sexuais –, em cumprimento de mandados do Ministério Público, deteve, fora de flagrante delito, na passada segunda-feira, 29 de outubro, um indivíduo do sexo masculino, de 43 anos, suspeito da prática, reiterada, de crimes de agressão sexual com penetração, agravado contra a filha, que a data dos factos contava com 11 anos.

Presume-se que o suspeito aproveitava da ausência da companheira para, sob ameaça de morte, obrigar a menor a manter relações sexuais com ele, em número incontável de vezes.

O detido foi presente, na terça-feira, 30, às autoridades judiciárias competentes, para efeito do primeiro interrogatório judicial de arguido detido e aplicação de medidas de coação, tendo-lhe sido aplicado a prisão preventiva.