Polícia Judiciária e ASA assinam protocolo de cooperação em matéria de segurança aeroportuária e prevenção criminal

A Polícia Judiciária (PJ) e a Empresa Nacional de Aeroportos e Segurança Aérea (ASA) assinaram, na tarde desta sexta-feira, 28, um protocolo de cooperação interinstitucional, em matéria de segurança aeroportuária, prevenção criminal, tais como, tráfico de drogas, tráfico de pessoas e terrorismo.

O referido protocolo, que foi rubricado por sua Excelência, o Sr. Diretor Nacional da Polícia Judiciária, Dr. António Sousa, e por sua Excelência, o Sr. Presidente do Conselho de Administração da ASA, Dr. Jorge Benchimol, tem como principais pilares de desenvolvimento a área dos “Recursos Humanos e formação profissional, Intercâmbio de Informações, Cooperação Operacional e, Assistência e Apoio Técnico”.

“A assinatura deste protocolo é, no fundo, a formalização das relações de amizade e de cooperação que a Polícia Judiciária e a ASA já têm há vários anos. Esse ato vem demonstrar, efetivamente, que há necessidade de as duas instituições trabalharem de mãos dadas para poderem garantir, cada um na sua área de atuação, a segurança, mas também, a prevenção e a repressão criminal, disse o Diretor Nacional da PJ, realçando “a grande parceira” da PJ que a ASA tem sido.

“Apraz-nos registar este marco porque, no fundo, independentemente de toda uma prática há, neste momento, a formalização de uma relação que nos abre perspetivas certamente diferente, e diferentes para melhor. Estamos completamente engajados e empenhados em levar à pratica mais ações, no domínio da cooperação entre a ASA, enquanto concessionária geral dos aeroportos de Cabo Verde e de navegação aérea, e a Polícia Judiciária”, salientou o PCA da ASA, assegurando que, daquele lado, tudo será feito para que “essas ações se intensifiquem, melhorem e produzam resultados”.

O protocolo entra em vigor a 1 de janeiro de 2019 e tem vigência por tempo indeterminado.