Primas de Santa Catarina encontram-se desaparecidas de casa

Isolina Borges Furtado e Paula Cristina Monteiro, mais conhecida por “Fuquinha”, de 18 e 14 anos respetivamente, residentes na localidade de Acha Lém, no concelho de Santa Catarina de Santiago, encontram-se desaparecidas de casa, desde o dia 6 de junho.

Informações apuradas pela Polícia Judiciária dão conta que as primas Isolina Borges Furtado e Paula Cristina Monteiro “Fuquinha”, terão saído de casa sem avisar, no passado dia 30 de maio, para irem a uma festa na localidade de Ribeira da Barca, tendo regressado à casa no dia 01 de junho.

No dia 02 de junho, a jovem Isolina e a adolescente Fuquinha voltariam a sair da casa em Achada Lém, tendo sido localizadas na casa de um familiar no bairro de Achada Mato, na cidade da Praia.

Na posse desses familiares, Isolina e Fuquinha terão sido encaminhadas à casa, em Achada Lém, nesse mesmo dia 02 de junho, local onde terão permanecido o dia 06 de junho, dia em que voltariam a sair de casa, também sem avisar, não mais fazendo contato, até o momento.

Isolina, conforme informações, trajava no último dia em que foi vista, um macacão azul e uma blusa branco e Fuquinha trazia vestida calça preto, blusa branco e casaco preto. Isolina, ao que consta morava anteriormente com a avó, mas há algum tempo, foi morar juntamente com Fuquinha, na casa do pai desta.

A PJ recebeu a queixa do desaparecimento das mesmas, na noite do dia 13 de junho, uma semana após a última vez que teriam sido vistas, tendo desencadeado, de imediato, diligências no sentido de as encontrar.

A Polícia Judiciária apela a quem souber do paradeiro das adolescentes, ou a tenham visto, o favor de contatar através da linha de emergência grátis 134 ou pelo PBX 2605600, ou ainda esquadra da PN, mais próxima.