Operação Troia: PJ detém no Sal último suspeito

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal do Sal – DICS deteve, em cumprimento de um Mandado do Ministério Público da Praia, no âmbito da “Operação Troia”, deteve, esta terça-feira, 03, no bairro de Hortelã de Cima, um flagrante delito, um individuo do sexo masculino, de 36 anos, por crimes de tráfico de drogas de alto risco e associação criminosa para o tráfico.

Ainda, em cumprimento de Mandados de Busca e Apreensão Domiciliária, foram apreendidos, além de elementos probatórios de conexão aos crimes que lhe são imputados, uma certa quantidade de aguardente “grogue” que foi entregue ao IGAE, através da Câmara Municipal do Sal.

O detido foi conduzido, sob custódia, à cidade da Praia, onde foi presente às autoridades judiciárias competentes, para efeito do primeiro interrogatório judicial de arguido detido e aplicação de medidas de coação pessoal, tendo-lhe sido aplicado a Prisão Preventiva.

Recorda-se que na sequência da “Operação Troia”, desencadeada no passado dia 03 de julho, no bairro de Eugênio Lima, na Praia, foram apreendidos 11.878 kg de Cocaína e seus derivados; 16.137.684 escudos; seis armas curtas – um makarov, dois walther, uma pistola transformada calibre 6.35, uma pistola semiautomática de marca star, um revolver –, e uma arma longa – espingarda caçadeira semiautomática de calibre 12; aproximadamente cinquenta munições e seis viaturas e detidas, na altura, em flagrante delito, nove pessoas. No início de agosto foram detidas três pessoas, duas das quais haviam sido detidas anteriormente, no dia 03 de julho, tendo ficado, na altura, sob TIR.

Na semana passada foram detidas outras três pessoas, totalizando, com o detido desta terça-feira, catorze indivíduos detidos.

Com isso, todos os suspeitos de envolvimento na “Operação Troia” foram detidos, tendo onze ficado em Prisão Preventiva, dois sob TIR.