Praia: PJ detém advogado suspeito de crimes de burla qualificada, falsificação de documentos, organização criminosa, corrupção ativa, falsidade informática e lavagem de capitais.

A Polícia Judiciária, através da Secção Central de Investigação de Corrupção e Criminalidade Económica e Financeira– SCICEF –, em cumprimento de um mandado de busca e detenção do Ministério Público da Comarca da Praia, deteve, esta quarta-feira, 04, fora de flagrante delito, um advogado, residente na cidade da Praia, suspeito de crimes de burla qualificada, falsificação de documentos, organização criminosa, corrupção ativa, falsidade informática e lavagem de capitais.

A busca aos escritórios e residência do advogado em causa foi presidida por um Juiz e acompanhada por dois Magistrados do Ministério Público e pela Bastonária da Ordem dos Advogados.

O detido foi presente esta quinta-feira, 05, às autoridades judiciárias competentes, para efeito do primeiro interrogatório judicial de arguido detido e aplicação de medidas de coação pessoal.