Praia: PJ detém último integrante de quadrilha suspeita de roubo em estabelecimento comercial na Terra Branca

A Polícia Judiciária, através da Secção de Investigação de Crimes Patrimoniais (SICP) – Brigada de Combate ao Banditismo, em cumprimento de um mandado do Ministério Público, deteve, quarta-feira, 20, fora de flagrante delito, um indivíduo do sexo masculino, de 19 anos, residente em Tira Chapéu, Praia, suspeito da prática, em coautoria, de um crime de homicídio tentado, dois crimes de roubo agravado, com uso de violência sobre pessoas, um crime de armas e um crime de ofensa simples à integridade física, ocorridos no passado dia 15 de outubro de 2019, num estabelecimento comercial, na localidade da Terra Branca.

O ora detido faz parte de um grupo de cinco indivíduos que, aquando do cometimento dos crimes, terá usado de uma arma de fogo para obrigar as vítimas a lhes entregarem quantias da caixa registadora em dinheiro, telemóveis e uma mochila. Na posse dos objetos, os suspeitos ter-se-ão posto em fuga do local do crime.

O detido foi presente, esta quinta-feira, 21, ao Tribunal da Comarca da Praia, para efeito do primeiro interrogatório judicial de arguido detido e aplicação de medidas de coação pessoa, tendo-lhe sido aplicado Prisão Preventiva.

Outros quatro envolvidos na prática desses crimes já haviam sido detidos, em dezembro de 2019 e abril de 2020, tendo o Tribunal lhes aplicado como medidas de coação Prisão Preventiva.